Anúncios

10 Benefícios Incríveis da Água para o Nosso Corpo

Os benefícios da água em nossas vidas são indiscutíveis, tanto na saúde quanto na beleza. O corpo é composto de cerca de 75% de água. A quantidade de água precisa ser ingerida de acordo com cada organismo e atividades exercidas. Em excesso pode até sobrecarregar o rim ou eliminar os sais minerais do nosso organismo. Portanto, a água deve ser ingerida em equilíbrio para se tornar uma grande aliada, para o equilíbrio físico e psicológico.

1) 10 Incríveis benefícios da água para o nosso organismo

Biosom Image

1- Deixa a pele radiante e saudável

O que ingerimos tem grande influência em nossa pele, e para manter a pele com aparência saudável e hidratada a água é indispensável. A água também pode eliminar essas toxinas e assim reduzir o risco de espinhas. A partir dos 30 anos de idade diminui a produção de colágeno e elastina, que facilita o aparecimento de rugas.

Dica: lave o rosto com água gelada que ameniza os poros e reduz o excesso de oleosidade, a água quente estimula a produção de sebo.

2 – Elimina a celulite

Esse é um dos benefícios da água que poucas mulheres sabem. A celulite é um pesadelo para a maioria das mulheres, que acabam recorrendo a receitas milagrosas que não funcionam. A retenção de líquido, alimentos com excesso de sódio e cigarro agravam as celulites, e tais hábitos ruins produzem toxinas que a água ajuda a eliminar através do suor e urina.

Dica: pratique exercícios físicos, evite tomar refrigerantes, bebidas e comidas industrializadas com alto teor de sódio, e tome bastante água para acelerar a desintoxicação amenizando a retenção de líquido e eliminando o inchaço que o sódio causa.

3- Ajuda a emagrecer

A água é poderosa para ajudar no emagrecimento, acelera o metabolismo e auxilia no equilíbrio do organismo.

Dica: antes de todas as refeições tome um copo de água, pois diminui a ansiedade e quantidade de alimentos que vão ser ingeridos. E quem não gosta de água pura, vale pingar gotas de limão ou colocar rodelas de laranja e morango.

4 – Deixa cabelos, olhos e unhas hidratados

Notamos de imediato quando nossas unhas e cabelos estão desidratados, quebram com facilidade e ficam com um aspecto de ressecamento.

Dica: lave seus cabelos com água fria, pois a quente resseca os fios. Antes de passar creme hidratante de mãos ou até mesmo amolecedor de cutículas, umedeça as mãos para melhor absorção.

5 – Melhora o funcionamento do cérebro

Um estudo em Londres descobriu uma ligação entre estudantes trazerem água para a prova e melhoraram suas notas, H2O pode fazer pensar melhor. Não é oficialmente comprovado que a água pode trazer um melhor resultado, mas não custa nada tentar!

6 – Aumenta massa muscular

Suar ao fazer musculação na academia faz os músculos perderem água e quando os músculos não há o suficiente, eles ficam cansados mais rápido. Então para ter uma energia extra, tente bebê-la.

7 – Melhora o funcionamento do intestino

A água ajuda a hidratar o bolo fecal facilitando a saída do mesmo. A água é uma das principais soluções para aqueles que sofrem de constipação intestinal (prisão de ventre).

Dica: quando usar fibras para melhorar o funcionamento do intestino, tome bastante água, pois sem líquidos as fibras fazem o papel inverso, geram gases, desconforto e constipação.

8 – Controla as calorias

Além de dietas, pode ajudar na perda de peso também. Muitos estudos já encontraram a ligação da água com a perda de peso. O segredo é que nos dá a sensação de estar de barriga cheia e o resultado disso é a perda de calorias.

9 – Regulador térmico

Em dias de calor o suor evita o superaquecimento do corpo. A água ingerida constantemente hidrata e ajuda manter o equilíbrio da temperatura corporal.

Dica: a água serve como lubrificante das nossas articulações, portanto, em qualquer estação do ano se mantenha hidratado.

10 – Limpa o organismo

Ingerir água em jejum acelera o metabolismo, aumenta a disposição e diminui o sono.

Dica: antes de dormir deixe uma garrafa de água com algumas folhas de hortelã na geladeira, tome logo após acordar, além de refrescante fica muito saboroso.

2) Dicas que ajudam a beber água com mais frequência

Biosom Image

Ás vezes é difícil de beber água por diversas razões, abaixo estão algumas dicas alternativas que podem reforçar os benefícios da água:

  • Coma mais frutas e vegetais. Esses contém água que pode ajudar com a hidratação. Cerca de 20% do seu fluído são de comidas.
  • Sempre carregue uma garrafa em seu carro, tenha uma garrafa em sua mesa do escritório ou em sua mala/bolsa.
  • Se seu caso for perda de peso, além de consumir bebidas calóricas troque pela água.
Fonte:https://biosom.com.br

PILATES APLICADO A DOENÇA DE PARKINSON

massagem no df

Imagem:Internet

O método Pilates apresenta muitos benefícios que visam à prevenção e a redução dos riscos de lesões, além de trazer alívio às dores crônicas, especialmente os problemas de coluna. A técnica abrange todo o corpo de maneira uniforme e busca fortalecer, equilibrar e alongar a coluna vertebral, proporcionando descompressão das tensões existentes.

Por esse motivo, o Pilates é uma técnica muito indicada para a reabilitação de pacientes com mal de Parkinson, uma doença neurológica que se caracteriza principalmente pela lentidão dos movimentos, rigidez muscular global e tremores em áreas específicas do corpo, ou mesmo generalizados. Ainda há a possibilidade de o paciente apresentar alterações e desequilíbrios na postura, dificuldades na fala e movimentos.

Uma vez que os movimentos do Pilates são controlados, eles podem fazer uma enorme diferença para pessoas com mal de Parkinson, pois os sintomas podem ser retardados e até mesmo controlados. São melhoras que podem ser notadas muito cedo pelos próprios pacientes: o andar, o equilíbrio, a força muscular e o alongamento da musculatura rígida.

A estimulação a prática deve ser feita com todo o cuidado, observando as especificidades de cada paciente. Os exercícios de solo ou com a utilização de aparelhos e acessórios, contribuem para a manutenção do equilíbrio da consciência e da movimentação corporal e minimizando os sintomas.

Fonte:http://revistapilates.com.br/

 

PILATES NO TRATAMENTO DA ESCLEROSE MÚLTIPLA

Esclerose2

Imagem:Internet

Você sabia que existem mais de 30 mil pessoas com esclerose múltipla no Brasil? É uma doença do sistema nervoso de causa ainda desconhecida, que atinge, principalmente, as mulheres mais jovens, entre 20 e 35 anos.

De acordo com o neurologista André Felicio, do Hospital Israelita Albert Einstein (SP), várias regiões do sistema nervoso podem estar envolvidas no desenvolvimento da doença, causando transtornos visuais, formigamentos e fraqueza muscular, falta de coordenação motora, tremores, incontinência urinária e alterações de sensibilidade. Um dos exames para o diagnóstico é a ressonância magnética.

A doença pode tornar as atividades do dia a dia um desafio para muita gente. Mas o neurologista acredita que os exercícios físicos focados na reabilitação podem ajudar os pacientes a evitar a progressão da doença. Um deles é o Pilates.

A catarinense Maria de Lurdes Knoth, de 61 anos, convive com a esclerose múltipla há cerca de dez anos. Tudo começou com uma enxaqueca que não passava. Depois de sentir a visão afetada, ela fez exames e descobriu a doença. “No início é muito difícil. Há alguns anos tive uma crise que me deixou paralisada, sem controle dos membros. Hoje, com o tratamento certo, levo uma rotina praticamente normal. Consigo me movimentar e fazer o serviço doméstico, andar de moto. A fisioterapia e o Pilates ajudam muito”, conta a paciente.

 

COMO O PILATES PODE AJUDAR?
De acordo com a fisioterapeuta Katiara Fernanda Costa, da Clínica Long Life Fisioterapia, o Pilates melhora a respiração e a circulação, diminuindo inchaços. Além disso, ele promove a manutenção da força muscular e da mobilidade, aumenta a flexibilidade e, em alguns casos, pode agir no tratamento de incontinências. “Toda pessoa com esclerose pode praticar o Pilates, não importa a severidade da sua incapacidade funcional ou de habilidade. A restrição só se aplica nos casos em que há alterações cognitivas”, afirma Katiara.

Porém, é preciso ter cuidado com as limitações do paciente. De forma geral, é comum que durante as aulas eles tenham fadiga por falta de força muscular, espasticidade (corpo pesado), falta de coordenação e equilíbrio. Segundo a instrutora, o trabalho no Pilates deve ser de forma progressiva, intensificando aos poucos a precisão dos movimentos. “O fisioterapeuta deve estar atento aos exercícios em ortostase (em pé), devido ao déficit de equilíbrio de alguns alunos. Sempre com um período de descanso, observando sua fadiga e sintomas relatados”, orienta Katiara.

VIDA SAUDÁVEL

Mesmo com as limitações da esclerose, existem algumas estratégias que ajudam o paciente a se manter móvel, produtivo e independente. A fisioterapeuta recomenda os alongamentos, que podem ser feitos em casa (deitado na cama ), exercícios aeróbicos de baixo impacto, como caminhada, sempre com acompanhamento. “Além dos cuidados com a postura no dia a dia. É preciso orientar os familiares em relação às atividades diárias. Quanto mais o paciente estimular, maior será sua independência”.

E a aluna Maria de Lurdes tem feito o dever de casa direitinho. Mesmo sem parte da visão, ela faz diversas atividades, pratica Pilates e até leva alguns exercícios para casa. “Com os exercícios, meus movimentos estão bem melhores, além de me trazer bem-estar. Costumo trocar experiências com outras pessoas que têm a doença, ouço música o dia todo, faço os serviços domésticos, ando de moto. Sei que tenho um problema de saúde, mas não me deixo dominar por ele”, relata a paciente.

Uma história pra se inspirar, né?

Fonte:http://revistapilates.com.br/