Auriculoterapia e seus benefícios

auriculoterapia

Imagem: Internet

Auriculoterapia é uma técnica oriental de tratamento que se baseia nos princípios da medicina tradicional chinesa (MTC). Segundo esses conceitos, o pavilhão auricular possui um microssistema, no qual apresenta todo o corpo humano em pontos específicos da orelha. A rica inervação desta região conecta-o ao Sistema Nervoso Central e faz com que estímulos na orelha resultem em reações nos órgãos e sistemas do corpo. Além disso, seis canais de energia passam pelo pavilhão auricular, portanto, o estímulo desses canais é refletido nos órgãos e sistemas a que se relaciona.

A auriculoterapia pode auxiliar o tratamento de  inúmeros problemas de caráter emocional ( insônia, depressão, ansiedade) e também físicos como dores em geral, problemas no sistema digestório, respiratório , muscular , cardiovascular.

A estimulação das áreas reflexas pode ser feita através da:

– Inserção de agulhas filiformes pequenas, durante 10 a 30 minutos dependendo do tratamento.
– Inserção de agulhas intradérmicas que podem permanecer na orelha por 5 dias.
– Sementes de algumas plantas sendo as mais usadas sementes de mostarda, vão estimular o ponto através de pressão/massagem. Podem permanecer no pavilhão auricular até 7 dias.
– Esferas magnéticas com funcionamento semelhante ao das sementes.
Mapa Auriculo                                                                                   Imagem: Internet

Os benefícios da auriculoterapia:

– Melhora estados depressivos; ansiedade e stress;
– melhora a insônia;
– Aumenta a energia vital e reduz o cansaço físico e /ou psicológico;
– Alivio da dor
– Ajuda nos tratamentos de emagrecimento,
– Ajuda a eliminar o vício do tabaco;
– Harmoniza a energia do organismo e restabelece o circuito energético nos meridianos = Saúde;

Dr. Diego Cantuária Sanches    CREFITO-3/206256-F
Anúncios

ACUPUNTURA: TRATAMENTO PARA BURSITE E ARTRITE

Barsite
Imagem:Internet

A dor da bursite e artrite são muitas vezes semelhantes. Com bursite, o saco cheio de líquido ou bursa no interior da articulação torna-se inflamada. O saco ajuda a amortecer o conjunto, mas o movimento é doloroso quando a área está inflamada. A artrite afeta as articulações em todo o corpo e provoca dor, inchaço e rigidez. Bursite geralmente ocorre nas áreas de ombro, quadril, joelho ou cotovelo. Pacientes com artrite e bursite ter visto o alívio da dor através de tratamento com acupuntura. A acupuntura também pode reduzir o inchaço e a inflamação.

Acupuntura funciona através da aplicação de agulhas para a área lesada para fornecer fatores de energia de cura. As agulhas podem ser inseridas em outras áreas do corpo, assim como para estimular o fluxo de energia. A técnica pode alterar os níveis de dor, porque as agulhas ajudar a desativar parte do cérebro que lida com a dor, de acordo com os profissionais. As agulhas são inseridas na pele em pontos específicos para aumentar o fluxo de energia vital ao longo das vias, conhecidas como meridianos.testosterona

Imagem:Internet

Procedimento seguro 

A dor da osteoartrite do joelho pode ser aliviado através da acupuntura por um ou outro tratamento ou através de um efeito placebo, de acordo com o Colégio Americano de Reumatologia . As primeiras experiências mostraram que os pacientes apresentaram menor alívio da dor através da acupuntura do que aqueles submetidos a tratamento convencional. No entanto, também foi mostrado que a não inserção de agulhas ou de inserção na área errada também provou ser eficaz no alívio da dor através de um efeito de placebo,  observa. Mas se ele proporciona alívio, a acupuntura é um procedimento seguro para as pessoas com artrite. O Centro Nacional para Medicina Complementar e Alternativa afirma alguns comentários dizer a acupuntura tem sido bem sucedida na melhoria da função.

Bursite podem desaparecer em poucas semanas com o tratamento adequado, mas não pode haver recorrentes crises. Os pacientes podem escolher acupuntura em vez de ser tratada com drogas anti-inflamatórias ou injeções. Acupuntura para bursite é usado para aliviar a dor e ajudar a restaurar a função para a articulação. Tal como acontece com o tratamento de acupuntura, o objetivo é cuidar do desequilíbrio subjacente em energia que pode ter causado a bursite.

A EFICÁCIA DA ACUPUNTURA NO TRATAMENTO DE DOR LOMBAR

19382004052015noticiastaopilates

Imagem:Internet

À tradicional medicina chinesa não faltam adeptos. Nunca estive entre eles, por uma razão simples: não tenho nível para entender o que dizem.

Explico melhor. Concordo quando afirmam que “a saúde resulta da harmonia entre as funções fisiológicas, e entre o organismo e a natureza”. Mas, quando defendem que “a falta
de harmonia interna provoca bloqueio da energia vital do corpo, conhecida como qi, que flui ao longo de 12 meridianos primários e de 8 secundários”, sinto-me como se ouvisse chinês.

Feito este preâmbulo, leitor, vou resumir uma revisão sobre o papel da acupuntura no tratamento das dores lombares, publicada no The New England Journal of Medicine, a revista de maior circulação entre os médicos. Aos seguidores das assim chamadas práticas alternativas e aos que se atêm ao empiricismo da ciência ocidental, deixo claro que não acrescentarei ao texto pensamentos de minha autoria.

Em algum momento da vida, três em cada quatro pessoas apresentarão crises de dor na coluna lombar. Os sintomas costumam regredir em até 6 semanas, mas podem recidivar. Em 7% dos casos o quadro se torna crônico.

Embora hérnias de disco, fraturas, alterações anatômicas, infecções ou câncer possam provocar esse tipo de dor, em 85% das vezes a causa é inespecífica, complexa e multifatorial. Os mecanismos envolvem a própria anatomia da coluna lombar, alterações no sistema nervoso central e fatores psicológicos e comportamentais.

As tentativas para caracterizar os efeitos da acupuntura de acordo com os princípios da medicina ocidental têm fracassado por três razões:

1) A maioria dos estudos foi conduzida em animais;

2) Como a acupuntura estimula diversas terminações nervosas, fica difícil analisar as respostas;

3) A experiência da acupuntura é dominada por um contexto psicológico e social cheio de crenças e expectativas que interferem com os resultados.

Apesar dessas limitações, foram descritos fenômenos fisiológicos claramente associados a ela:

1) Anestesiar os locais em que as agulhas serão introduzidas bloqueia o efeito analgésico, sugerindo que a atividade depende da inervação;

2) Durante a aplicação das agulhas, há liberação de opióides em várias áreas do cérebro;

3) As picadas provocam estímulos mecânicos no tecido conjuntivo, liberam mediadores envolvidos no mecanismo da dor e aumentam o fluxo sanguíneo local.

4265

Imagem:Internet

Diversos estudos clínicos avaliaram sua eficácia no tratamento da dor lombar.

Uma análise de diversas casuísticas (metanálise) envolvendo 6.359 pacientes mostrou que a acupuntura realizada segundo a técnica tradicional não mostrou resposta melhor do que a “falsa” acupuntura, procedimento executado com dispositivos que dão a sensação de que as agulhas estão sendo introduzidas sem que realmente o sejam, ou efetuado por meio da introdução bem superficial em pontos aleatórios, distantes dos meridianos recomendados.

Apesar de tudo, tanto a “verdadeira”quanto a “falsa” melhoraram os resultados do tratamento convencional com antiinflamatórios e fisioterapia.

Um estudo alemão dividiu ao acaso 1.162 pacientes em 3 grupos: tratamento com antiinflamatórios e fisioterapia, acupuntura “verdadeira” ou acupuntura “falsa”. Depois de 6 meses, os índices de resposta da acupuntura verdadeira foram iguais aos da “falsa”, porém superiores aos do tratamento convencional.

Outro estudo realizado na Alemanha sorteou 3.093 pacientes para receber o tratamento convencional com ou sem acupuntura “verdadeira”. O alívio das dores avaliado 3 meses mais tarde foi significativamente superior no grupo com acupuntura.

Os autores da revisão concluem que embora a acupuntura “verdadeira” não tenha demonstrado superioridade em relação à “falsa”, parece razoável associá-la aos antiinflamatórios e aos exercícios, numa abordagem multidisciplinar.

Advertem, no entanto, que os pacientes com mais de 50 anos, os portadores de déficits neurológicos, câncer, deformidades na coluna ou que apresentem febre, perda de peso ou queda do estado geral devem ser avaliados clinicamente para afastar a possibilidade de doenças graves.

E agora, tomo a liberdade de acrescentar, a acupuntura deve ser realizada por profissionais treinados. Não basta ser chinês.

Fonte:http://drauziovarella.com.br/drauzio/a-eficacia-da-acupuntura-no-tartamento-de-dor-lombar/

Estudos comprovam que acupuntura alivia dores crônicas, em especial a enxaqueca

dor-de-cabeca

Imagem:Internet
Um novo estudo publicado na Revista Acta Medica – a revista mundial das Santas Casas – concluiu que a acupuntura é eficaz para aliviar dores de cabeça. Os pesquisadores notaram que a acupuntura reduz a intensidade e a duração da dor, e sugerem que a acupuntura pode reduzir a necessidade de tratamentos com remédios ou algum outro tipo de droga e é uma opção valiosa para o paciente que sofre de CDH (cefaléia crônica diária).
Neste recente estudo controlado, a acupuntura tradicional foi comparada com acupuntura sham (“falsa”, com introdução superficial das agulhas). O resultado mostrou que o grupo de acupuntura melhorou significativamente em relação ao grupo controle. “A acupuntura reduziu significativamente a frequência, a intensidade e a duração das dores de cabeça crônicas diárias”, comenta Dr. Márcio De Luna, acupunturista há 29 anos e coordenador geral do programa de pós-graduação em acupuntura e shiatsu do IBMTC (Instituto Brasileiro de Medicina Tradicional Chinesa).
A pesquisa observou que a acupuntura é eficaz para reduzir a intensidade da dor de cabeça tensional crônica e, em casos especiais, a enxaqueca – a quarta doença crônica que mais atinge as pessoas ao redor do mundo, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde). Além disso, os pacientes que sofrem de náusea devido a dores de cabeça e enxaquecas tiveram uma diminuição significativa nos níveis de enjoo.

Acupuntura

acupuntura01

Imagem: Internet

A acupuntura é o conjunto de conhecimentos teóricos empíricos da Medicina Chinesa Tradicional que visa à terapia e a cura das doenças através da aplicação de agulhas. Esta ciência surgiu na China aproximadamente 4.000 anos A.C. Segundo a teoria da acupuntura, todas as estruturas do organismo se encontram originalmente em equilíbrio pela atuação das energias Yin e Yang.

Yin e Yang são termos que descrevem os dois polos que sempre estão presentes em todas as coisas e eles devem ser compreendidos em relação um a outro. Na cultura chinesa Yin e Yang nunca foram associados a valores morais, com o bom e o mau, o que é bom não é Yin ou Yang, mas sim o equilíbrio dinâmico entre dois.

O fluxo energético dos canais de energia reflete o estado dos Zang Fu (órgãos e vísceras), assim como as alterações energéticas ocasionadas pelo meio ambiente. Os canais de energia principais e seus pontos de acupuntura são sede de manifestações interior, assim como o local para entrada das energias perversas. Quando essas energias perversas invadem o organismo, as manifestações clínicas aparecem em consequência à falta ou excesso de Qi ou mesmo pela estagnação de Qi de Xue (Sangue).                                                                                                                                                                                                                                                                                      

A acupuntura não está voltada diretamente para os agentes agressores externos e, por isso, seu tratamento não visa apenas o tratamento localizado na área comprometida, mas age sobre todo sistema nervoso, estimulando os mecanismos de compensação e equilíbrio em todo o corpo, para com isso oferecer condições ao organismo de se harmonizar, alterando a circulação sanguínea, pois a partir da estimulação de certo pontos pode-se alterar a dinâmica da circulação regional proveniente de micro dilatações. Outros pontos promovem o relaxamento muscular, diminuindo o espasmo, a inflamação e a dor. O estímulo de certos pontos promove a liberação de hormônios, como o cortisol e as endorfinas, promovendo a analgesia. Na literatura chinesa, quando ocorrem o processamento de agulhamento na região onde há dor,a energia perversa se dispersa e com isso ocorre a melhora da dor.

Na região da dor, com a acupuntura são liberados opióides endógenos que parecem ser essenciais na melhora funcional de diferentes sistemas e órgãos. As endorfinas produzem efeitos ao ligarem os receptores a opioides. Ha vários tipos de opioides endógenos e receptores de opióides. Essa substância tem uma grande afinidade com o receptor e é importante no controle da dor, assim como na regulação da pressão arterial e na temperatura do corpo. O sistema abrange o hipotálamo e uma rede neuronal que se projeta para os núcleos do mesencéfalo e do tronco cerebral. Por essa via ela pode influenciar a sensibilidade à dor.

infografico_acupuntura

Imagem: Internet

infoacupuntura_vale_este2Imagem: Internet

Dr. Diego Cantuária Sanches    CREFITO-3/206256-F